Deputado de Bolsonaro 'chuta o balde' sobre relações entre PT e PCC e requer CPI para investigação

Watch on YouTube

Show annotations

83,768

8,932

71

Genre: People & Blogs

Family friendly? Yes

Wilson score: 0.9901

Rating: 4.9685 / 5

Engagement: 10.75%

Folha Política

Subscribe | 1.3M

Shared August 13, 2019

Deputado de Bolsonaro 'chuta o balde' sobre relações entre PT e PCC e requer CPI para investigação

O deputado Filipe Barros, do PSL - partido do presidente Jair Bolsonaro -, realizou declarações contundentes sobre relações "promíscuas" entre o PT - Partido dos Trabalhadores - e a organização criminosa PCC - Primeiro Comando da Capital.

"Não poderia deixar de dizer aquilo que nós já sabíamos há muito tempo, aquilo que nós já falamos há muito tempo. Infelizmente, toda vez que falávamos sobre isso, as pessoas achavam que estávamos exagerando, mentindo ou inventando. Falo da ligação íntima do Partido dos Trabalhadores com o Primeiro Comando da Capital — PCC. Nós temos que repercutir na tribuna desta Casa a relação quase que, como se fosse em um só, do PT, que governou este País nos últimos anos, com grupos como PCC e outras organizações semelhantes a ela", asseverou.

"Vejam só, trouxe algumas reportagens: PCC atuava com militantes petistas para coagir sem-teto em São Paulo, diz Ministério Público, reportagem de agora, de 17 de julho; Integrante do PCC diz que facção criminosa tinha diálogo com PT e temia Moro — o famoso áudio dos diálogos cabulosos que foram divulgados pela imprensa na última semana. Outra notícia foi: PT usou PCC para lavar dinheiro com empresas do Ceará, afirma Palocci em delação premiada. Há outras notícias: PT tenta suspender decreto contra PCC e Comando Vermelho; PCC planejou ataques no modelo das FARC durante as eleições, diz Polícia Federal; Palocci e o PCC — mais uma matéria em que o Palocci afirma que o Partido dos Trabalhadores usava o PCC para lavar dinheiro", relatou o parlamentar.



"Já passou da hora de nós começarmos a falar a verdade desta tribuna. O PT e o PCC agiram ou ainda agem em conjunto, Sr. Presidente. É necessário que esta Câmara investigue essa relação promíscua. Falando em promiscuidade, aliás, o PT conhece muito isso. Eu achava que o PT fosse não somente um partido político, mas também uma organização criminosa. Agora estamos vendo que essa organização criminosa chamada Partido dos Trabalhadores também tem envolvimento com outras organizações criminosas, como o PCC. É por isso que estou coletando assinaturas, Sr. Presidente, para que nós possamos abrir uma CPI e investiguemos as relações promíscuas, nada republicanas, criminosas do Partido dos Trabalhadores junto com o PCC. É necessário que nós investiguemos", complementou ele.

No ensejo, ele mencionou, ainda, o Foro de São Paulo e as FARC. "Não é surpresa para ninguém. O Foro de São Paulo, que muitos acham que não existe ou que é apenas um grupo de Parlamentares que se unem para discutir os rumos dos Países da América Latina, o que é? É uma união de partidos de esquerda com traficantes das FARC. O Foro de São Paulo é isso. Então, não é surpresa para ninguém que o Partido dos Trabalhadores atuasse em conjunto com o PCC. É necessário que nós investiguemos para saber como o PT mantinha esse relacionamento com o PCC, como o PT ajudava o PCC ou ainda ajuda. Nós precisamos investigar essas relações nada republicanas do Partido dos Trabalhadores com o Primeiro Comando da Capital", referiu.

Inscreva-se em nosso canal para acompanhar todas as transmissões de Jair Bolsonaro, assim como os melhores vídeos sobre temas políticos: http://bit.ly/FolhaPoliticaYoutube
Acesse nosso site para mais informações: http://www.folhapolitica.org